Psicólogo Murillo Rodrigues

Psicólogo (CRP 09/9447)| Professor | Pesquisador

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

O perfil profissional do(a) Psicólogo(a) em Goiânia

Goiânia hoje concentra a maior quantidade de cursos de graduação em psicologia entre as capitais do Centro-Oeste, sendo sete as Instituições de Ensino Superior a ofertar este curso na cidade. Entre públicas e privadas a oferta de vagas varia entre 35 e 100 vagas por semestre (ou ano). Em média, a partir de 2016, formar-se-ão 300 novos bacharéis psicólogos por ano em Goiânia, o que representa um claro “inchaço” do mercado de trabalho que já está saturado. Mas o que isso representa em termos de empregabilidade?

Com vistas a tentar entender uma provável solução para esta questão que urgirá em breve no meio dos recém-formados é que precisamos tentar entender um pouco a respeito do perfil do psicólogo goianiense. Desde já eu deixo claro, este texto não está baseado em metodologia científica, mas sob as minhas observações cotidianas a respeito do mercado na cidade (uma pesquisa científica sobre isso seria interessante, então, fiquem a vontade).

Um dos campos que mais emprega psicólogos, principalmente os recém-formados é o campo da Psicologia Organizacional, e isso me parece ter um claro motivo: Goiânia é uma cidade com perfil comercial/prestação de serviços. Soma-se isso ao fato de grande parte dos trabalhadores ativos da cidade serem funcionários públicos, e a mesma, por ser capital, concentrar uma grande quantidade de órgãos públicos estaduais, federais e, obviamente, os municipais. O psicólogo que trabalha na psicologia organizacional em Goiânia geralmente está presente em consultorias de Recursos Humanos ou em departamentos de RH de médias e grandes empresas, justamente pelo perfil da cidade. Também existem psicólogos em indústrias, mas o psicólogo organizacional de indústrias parece estar mais concentrado nas cidades de Aparecida de Goiânia e Anápolis, que concentram grandes polos industriais.

Goiânia também é uma cidade que possui muitos hospitais, o que tem aberto espaço para a atuação de Psicólogos Hospitalares. Este serviço começou a existir com maior frequência no setor dos hospitais públicos, como o hospital de urgências, algumas maternidades, e depois passou para outras unidades de saúde. Alguns hospitais particulares já contam com a figura do psicólogo hospitalar, por estarem investindo em atendimento humanizado e em equipes multiprofissionais, embora ainda pareça haver muito o que se caminhar neste quesito.

Salvo raras exceções já vemos a figura do Psicólogo Escolar em Goiânia: algumas escolas particulares já começam a pensar/fazer contratações, mas este ainda é um campo muito grande a ser explorado, e os diretores escolares precisam ainda se conscientizar da importância do psicólogo nas escolas. Ainda existem muito poucos psicólogos escolares na rede pública estadual e municipal em Goiânia, mas não são poucos os esforços para a criação de leis que asseguram a sua presença nestes espaços. Uma coisa que ainda precisa ser ressaltada é a importância de se aprofundarem os estudos e as campanhas para salientar a diferença do trabalho do psicólogo escolar com o psicólogo clínico, pois estes realizam tipos de atendimentos muito diferentes nas escolas, mas a categoria, em um sentido global, ainda não parece estar muito segura sobre este tema.

A grande concentração de tribunais, fóruns e varas em Goiânia faz com que esteja cada vez mais solicitada a presença de Psicólogos Jurídicos na cidade, sejam eles Analistas-Técnicos Judiciários concursados pelo judiciário, ou peritos judiciais. Em ambos os casos, é ainda uma área um pouco restrita na cidade, que está se abrindo cada vez mais com a valorização do trabalho do psicólogo neste setor. Especialmente os casos de família, infância e adolescência parecem estar recebendo maior atenção a cada dia que passa, pois o papel do psicólogo mediador, conciliador e educador neste meio tem auxiliado a desonerar o poder judiciário que anda cada vez mais sobrecarregado.

Outro campo importante de trabalho e atuação do psicólogo em Goiânia tem sido o dos Psicólogos Na Assistência Social: o psicólogo tem sido solicitado a estar nos CRAS, CREAS, Casas de Acolhidas e demais órgãos que trabalham neste setor. Os caminhos para se ingressar neste setor tem sido, via de regras, concurso público ou contratação em cargos comissionados (que dependem de indicações políticas na grande maioria das vezes). É um setor em ascensão mas que ainda luta contra as precariedades e sucateamento da máquina pública.

Goiânia também concentra um grande número de Psicólogos Do Trânsito, que trabalham na maioria das vezes no processo de Avaliação Psicológica para expedição de CNH. Esse profissional, por sua vez, precisa possuir uma especialização na área e depender da abertura de processo de cadastramento do DETRAN, que muitas vezes não consegue suportar a quantidade de interessados. Neste sentido, apesar de existir uma série de dificuldades na área, também parece ser uma área com possibilidades interessantes de trabalho.

E eu não poderia deixar de terminar este texto sem falar dos Psicólogos Clínicos que tem trabalhado como empresários através da montagem de pessoas jurídicas ou como profissionais liberais (autônomos). Ambos os casos envolvem intensa preparação para lidar com os desafios de um mercado de trabalho incerto pois neste caso, em se tratando de rendimentos, a pessoa passa a não ter um salário fixo, mas a depender do fluxo de clientes que muitas vezes podem demorar anos para se estabilizar. De todas as formas, é uma possibilidade interessante para quem deseja continuar estudando muito e gosta de desafios.

Tem alguma coisa que esqueci ou que me enganei? Me escreva nos comentários abaixo que vamos editando o texto, afinal se tratam das minhas percepções, e estas podem ser melhoradas em contato com as suas! Dúvidas? Escreva-as e tentarei responder.

Um abraço!


Imagem: Extraída do Google Imagens

Sobre o autor: Murillo Rodrigues dos Santos, é psicólogo (CRP 09/9447) graduado pela PUC Goiás (Brasil), com formação em Terapia de Casais e Famílias pela Universidad Católica del Norte (Chile). Possui aperfeiçoamento profissional pela Brown University (Estados Unidos) e Fundación Botín (Espanha). Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Goiás (Brasil).

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna Veniam, quis nostrud exerci tation ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat.

1 comentários:

  1. Eu acrescentaria o Psicólogo da saúde, que atua nas politicas públicas na área da saúde mental, preventiva, reabilitação, entre outras.

    ResponderExcluir

Depoimentos

Quer fazer um orçamento comigo?

Fale Comigo

@psicologiagoiania
+55 62 3241-7053
Instituto Psicologia Goiânia